Suzane von Richtofen perdeu o semestre no curso de gestão de turismo no Instituto Federal de São Paulo (IFSP) em Campos de Jordão, após não comparecer as aulas.

Segundo o regulamento da instituição, os matriculados que fizeram matricula ou não compareceram os dez primeiros dias de aula são considerados desistentes. Suzane chegou a fazer a matricula por meio de uma procuração, mas a instituição de ensino aguardava justificativa da presa que pediu autorização da justiça para o comparecimento das aulas.

O prazo para Suzane justificar a ausência, encerrou na última terça-feira, 18. Ela cumpre pena em regime fechado pela morte dos pais.

O curso escolhido por Suzane é presencial, com aulas das 19h às 22h40, e a instituição fica em Campos do Jordão, a 40 quilômetros de distância da penitenciaria de Tremembé, onde ela cumpre pena. Suzane passou em oitavo lugar, com nota 608,42 no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem). Ela fez a prova na penitenciaria.

De acordo com a Secretaria de Administração Penitenciária (SAP), Suzane iria custear os custos para o transporte e estudo por conta própria ou com recursos de terceiros que constam na lista de visitas.

Fonte: Globo.com