Após decisão do Superior Tribunal Federal (STF), autorizando estados e municípios a comprar as vacinas, o Governo do Pará anunciou que irá adquirir três milhões de doses dos laboratórios que estejam autorizados pelas agências de vigilância do Brasil ou que estejam conveniadas.

A medida foi autorizada apenas em caso de descumprimento do Plano Nacional de Vacinação pelo governo federal ou de insuficiência de doses previstas para imunizar a população. A liberação também vale para os casos em que a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) não conceda autorização em 72 horas para uso de imunizantes aprovados por agências reguladoras de outros países.

Em rede social o governador do estado Helder Barbalho (MDB) ressaltou que a decisão do STF garante juridicamente a ampliação na aquisição de vacinas. “Nós estaremos imediatamente reforçando o que já estava vindo sendo feito junto ao Consórcio de Governadores da Amazônia e também com o Fórum de Governadores do Brasil. O Pará já possui recursos para a compra de três milhões de doses”, anunciou