Após o resultado das urnas, o candidato do Patriota à Prefeitura de Belém, Delegado Federal Eguchi, declarou que vai seguir seu projeto projeto político, defendendo as propostas para Belém. Ele perdeu com 48,24% dos votos (364.003), no 2º turno para o candidato do PSOL, Edmilson Rodrigues. Eguchi chegou ao segundo turno após alcançar 23,06% (167.599) no 1º turno das eleições.

“Não vou desistir, pelo contrário, agora é o início e não o fim. Daqui para frente nós vamos sentar com a cabeça fria para ver quais os próximos passos, mas com certeza continuaremos nessa caminhada política”.

Eguchi disse ainda que pode apoiar Edmilson Rodrigues “sem problema nenhum se ele tiver interesse em ajudar a população, melhorar a qualidade de vida”.

O Delegado Federal Eguchi tem 57 anos, é casado, tem superior completo e declara ao TSE a ocupação de servidor público federal. Ele tem um patrimônio declarado de R$ 110.000,00. O vice é Sargento Quemer, do Patriota, que tem 46 anos. Em 2018, Eguchi disputou o primeiro cargo público, como candidato a deputado federal.