O acanhado desempenho do MDB na capital paraense aponta sinais de desgastes do governador Helder Barbalho no eleitorado de Belém. O pífio terceiro lugar de José Priante (MDB) na capital do Estado, apenas 17,03%, apesar de ser da família do governador é a demonstração desse desgaste.

Em municípios importates para e conomia do Estado do Pará, o MDB também teve desempenho ruim, apesar de conseguido eleger 56 prefeitos no Estado, a maioria em pequenos municípios do nordeste paraense.

Mas, em cidades que são importantes para a economia do Estado, como é o caso de Altamira, principal município da região Xingu, que é administrada há oito anos por um dos principais aliados de Helder Barbalho o desempenho do partido nas urnas foi péssimo.

Importantes municípios paraenses rechaçaram os candidatos do MDB

A administração de Domingos Juvenil (MDB) não garantiu nem que o candidato do partido chegasse próximo do primeiro colocado. Raimundinho Aguiar ficou em quarto lugar na disputa com apenas 11.40% dos votos, Claudomiro Gomes (PSB) foi o vencedor com 46.17%.

Paragominas, um dos municípios mais importantes do nordeste paraense houve a derrota do candidato do MDB Sidney Rosa.  Ele perdeu para Doutor Lucídio (PSD), que obteve 49,24%, ficando com 46,27%.

Em Redenção, na região sudeste, também importante polo da agroeconomia paraense, Marcelo Borges (PSD) foi eleito com 35,25%. Willian do Potência (MDB), ficou apenas em terceiro com 29,42% dos votos. 

Santarém, principal município do oeste paraense, e o terceiro maior colégio eleitoral do Pará, dois candidatos foram para o segundo turno, o atual prefeito Nélio Aguiar (PSD), que obgeve 43,01% dos votos e Maria do Carmo Martins (PT) com 36,08%.

Em Marabá, o município polo do sudeste paraense, Tião Miranda do PSD foi eleito. 

Salinópolis tradicional reduto do MDB, elegeu Kaká Sena (PL) com 57,02%. Max São Geraldo (MDB) ficou com apenas 33,02% dos votos.

MDB obteve vitórias em alguns municípios importantes para a economia paraense 

O MDB obteve importantes vitórias em Ananindeua, vizinho à capital paraense e o segundo maior colégio eleitoral. O presidente da Assembleia Legislativa, Daniel Santos foi eleito com um dos maiores percentuais de votos do Estado (67,70%). Lívia Noronha (Psol) foi a candidata que chegou mais perto 12,04%.

Tucuruí também elegeu um prefeito do MDB, Alexandre Siqueira com 32,15% dos votos.

Outras cidades importantes que o MDB conseguiu eleger prefeitos foram: Parauapebas, que reelegeu Darci Lermen com 48,2% dos votos; Castanhal, que reelegeu pela quinta vez Titan (MDB) com 26,97%; Canaã dos Carajás Josemira Amaral (MDB) com 60,26%; 

O MDB de Helder Barbalho foi derrotado também em Abaetetuba, Bragança, , entre outros municípios, em que o governador dominava a política local. 

Em Abaeteuba, o atual prefeito Alcides Negrão, conhecido como Chita (MDB) perdeu para Francinete Carvalho (PSDB). Ele obteve apenas 22.58% dos votos e a tucana 28,64%.

Vitória do Xingu, município que abriga a usina hidrelétrica de Belo Monte, o desempenho do MDB também foi ruim. Josy Amaral obteve 36,03% dos votos, enquanto Márcio do Povo (PSD) foi eleito com 54,06%.

Em Marituba na Grande Belém, o candidato Mello do MDB ficou apenas em quarto lugar com 9,79% dos votos. Patrícia Mendes (Republicanos) foi eleita com 35,37%.