Em 2020, por causa da covid-19, autoridades da área da saúde orientaram uma série de medidas para evitar a disseminação do vírus, entre as quais: a obrigatoriedade do uso de máscaras, ampliação do horário de votação com preferência para grupo de risco até 10h, disponibilização de álcool em gel e distanciamento mínimo de um metro.

Entretanto, desde as primeiras horas de votação, as mudanças nas zonas eleitorais, para evitar aglomeração de pessoas, causaram confusão no Instituto Federal do Pará (IFPA), no bairro do Marco, em Belém, e o desrespeito às medidas sanitárias contra a covid-19 nos locais de votação.


“Estou com o meu álcool aqui porque não tem álcool, não teve aferição de temperatura. A gente anda tudo por aqui e não tem respeito ao distanciamento”, disse uma eleitora.