O Tribunal de Justiça do Estado do Pará (TJPA) informou na noite deste domingo, 8, que ontem, 7, teve o Servidor do Sistema LIBRA invadido, com a publicação de uma página HTML. 

O presidente do TJPA esclareceu que não houve critografia ou roubo de dados, sejam eles referentes aos processos judiciais, processos administrativos, contas de e-mails ou outros quaisquer.

O TJPA informou ainda que no mesmo dia do ocorrido a equipe de TI atuou para remover a página incluída e desabilitar o acesso externo/público ao Sistema LIBRA, que se manterá fechado até que se identifiquem e corrijam todas as possíveis vulnerabilidades que afetem esse Sistema.

“Considerando que o acesso público ao Sistema LIBRA ficará bloqueado até que as ações de correção de vulnerabilidades sejam concluídas, o Tribunal orienta que os Órgãos Institucionais que dependam desse acesso ao Sistema LIBRA solicitem que sua equipe de TI entre em contato com a equipe de TI do TJPA por meio do e-mail gabinete.informatica@tjpa.jus.br, para que se alinhem canais seguros de se viabilizar o acesso”, disse por meio de nota.

Por fim, o TJPA informou que o acesso ao LIBRA poderá ser realizado pelos Magistrados e Servidores por meio da rede interna ou pelo Portal Interno através de acesso pela VPN.

Fonte: Ascom/TJPA