O cenário eleitoral em Belém chega na última semana com candidatos disputando voto a voto à chegada no segundo turno. As pesquisas realizadas pelo Instituto Doxa, mostram o crescimento das candidaturas nas intenções de votos dos eleitores.

O candidato do Psol, Edmilson Rodrigues se mantém desde as primeiras pesquisas na liderança da preferência dos eleitores da capital paraense. Porém, se mantém em ritmo lento de crescimento. 

Já os candidatos Thiago Araújo (Cidadania), José Priante (MDB) e Delegado Eguchi (Patriota) também tiveram crescimento relevante nas pesquisas, assim como o candidato Cássio Andrade (PSB) e Vavá Martins (Republicanos) se mantiveram praticamente estáveis na campanha.

Em pesquisa realizada entre 15 e 17 de outubro Thiago Araújo e Priante aparecem empatados tecnicamente em segundo lugar e Edmilson Rodrigues se mantém na dianteira da preferência do eleitor de Belém. Os números apontam uma probabilidade de segundo turno, entre o candidato do Psol e um dos candidatos do Cidadania ou MDB.

Cenário se alterou após as convenções e registros de candidaturas  

A primeira pesquisa do Instituto Doxa foi divulgada dia 19 de julho pelo Portal Roma News e apontou Edmilson Rodrigues com 29,7% das intenções de votos. Como ainda não haviam sido realizados os registros das candidaturas, a pesquisa mostrou os nomes do ex-governador Simão Jatene (PSDB), em segundo lugar com 9,8%, seguido do deputado federal Eder Mauro (PSD) com 6,9%. Cássio Andrade (PSB) aparece nesta primeira pesquisa com 6,3% e Thiago Araújo (Cidadania) 5,8%; Delegado Eguchi (Patriota) 0,6%. 

Já na pesquisa realizada pelo Instituto Doxa com quase um mês da campanha eleitoral nas ruas e redes sociais, entre os dias 21 e 24 de outubro, configurou um empate no segundo lugar na corrida pela prefeitura de Belém entre os candidatos José Priante (MDB) com 13,6% e Thiago Araújo com 13,2% das intenções de voto.  Edmilson Rodrigues (Psol) se manteve à frente da disputa, porém, já com 30,7% das intenções de voto. 

Cássio Andrade aparece com 6,8%; Vavá Martins (Republicanos) com 5,2%; Delegado Eguchi, 4,2%; Mário Couto (PRTB) 2,1%; Gustavo Seffer (PSD), 1, 2%; Dr. Jerônimo (PMB), 0,4%; Cleber Rabelo (PSTU), 0,3%; Guilherme Lessa (PTC), Jair Lopes (PCO) 0,1%. 

Na pesquisa anterior, realizada pelo Instituto Doxa entre os dias 29 de setembro e 3 de outubro, Edmilson Rodrigues se mantém na liderança, mas com crescimento (37,2%). Em seguida aparece o candidato do MDB, José Priante, citado por 8,6% do eleitorado e, em terceiro na intenção de votos, aparece o candidato Thiago Araújo, do Cidadania com 6,5%.

Os demais candidatos Vavá Martins (Republicanos) aparece 6,1%; Cássio Andrade (PSB) 5,4%; Mário Couto (PRTB) com 3,8%; Delegado Eguchi (Patriota) 3,7%; Gustavo Sefer (PSD) 2,2%; Dr. Jerônimo (PMB) 1,9%; Guilherme Lessa (PTC) e Jair Lopes não chegaram a 1% da intenção de votos.

Thiago Araújo obteve o maior crescimento entre a preferência dos eleitores de Belém

Na reta final da campanha, faltando apenas sete dias para a votação do primeiro turno, o maior crescimento nas pesquisas é apontado à candidatura de  Thiago Araújo (Cidadania), que obteve quase o triplo das intenções de votos, saindo de 5,8%  na primeira pesquisa para 13,2% no final de outubro. José Priante (MDB) pulou de 8,6% na pesquisa do começo de outubro para 13,6% no final do mesmo mês, também impondo um ritmo acelerado no crescimento. 

As demais candidaturas tiveram tiveram crescimento razoável, algumas oscilando para mais ou para menos.  Apesar da proibição do Tribunal Regional Eleitoral (TRE/PA) de que sejam realizados eventos com aglomerações nas ruas, a fim de evitar proliferação da covid-19, partidos e candidatos deverão promover uma “guerra” nas redes sociais e propaganda na TV e rádio, para conseguirem atrair o eleitor da capital paraense.