Pela primeira vez, o papa Francisco usou uma máscara em público nesta última terça-feira, 20. O pontífice e outros líderes religiosos participaram de um culto pela paz no mundo na Basílica de Santa Maria em Aracoeli, em Roma.

Anteriormente, o papa havia usado uma máscara somente dentro de um carro que o levou a suas audiências semanais no Vaticano.

Francisco, de 83 anos, vinha sendo criticado, particularmente nas redes sociais, por não usar a proteção em suas audiências gerais e, por algumas vezes, chegar relativamente perto de visitantes.

Assim como os demais líderes religiosos presentes, Francisco só retirou sua máscara quando leu uma mensagem, mas a colocou novamente ao terminar de falar.

O evento acontece em meio à forte alta dos casos positivos do novo coronavírus na Itália, nas últimas semanas. Também houve um pico relativamente pequeno no Vaticano, onde quatro membros da Guarda Suíça, corporação de elite que usa roupas coloridas e é responsável por proteger o papa, tiveram testes positivos para a doença.

O evento anual foi iniciado pelo papa João Paulo II e pela comunidade católica romana de Sant’Egido em 1986. O evento teve seu tamanho reduzido neste ano por causa da pandemia.

Fonte: Agência Brasil