Nova pesquisa Doxa aponta Thiago Araújo e Priante empatados no segundo lugar para a Prefeitura de Belém

Edmilson Rodrigues (PSOL) segue na liderança do pleito eleitoral municipal

O deputado estadual Thiago Araújo (Cidadania) e o deputado federal Priante (MDB) estão tecnicamente empatados no segundo lugar na disputa pela Prefeitura de Belém. É o que aponta a segunda pesquisa registrada pelo Doxa. Na liderança se mantem o deputado federal Edmilson Rodrigues (PSOL), com 33,3%. Priante e Thiago Araújo aparecem, respectivamente, com 9,7% e 9,2% das intenções de voto, na pergunta estimulada, quando se apresenta os nomes dos candidatos. Realizada de 15 a 17 de outubro, a pesquisa está registrada no Tribunal Regional Eleitoral (TRE) sob o nº 08327/2020. Ao todo, 800 eleitores foram entrevistados.

Ainda na estimulada, Cássio Andrade aparece com 6,1%; Vavá Martins vem em seguida com 5,4%; Delegado Eguchi tem 3,6%; Mário Couto tem 2,5%; Gustavo Seffer aparece 1,8%; Cleber Rabelo, 0,8%; Dr. Jerônimo, 0,7% e Guilherme Lessa, 0,5%. Branco ou nulo somam 8,1% e indecisos, 18,3%.

Já na pergunta espontânea, em que não se apresenta os nomes dos candidatos, Edmilson Rodrigues fica na frente com 26,2% das intenções de voto. Thiago Araújo vem com 6,6%, seguido por Priante com 6,2%. Vavá Martins aparece com 3,6%; o deputado federal Cássio Andrade tem 3,5%; Delegado Eguchi vem com 1,3%; Cleber Rabelo, 0,2%; Guilherme Lessa, 0,2%; Gustavo Seffer, 0,2% e Mário Couto, 0,1%. Os eleitores indecisos e os que pretendem votar em branco ou anular o voto representam 51,9%.

Quando se trata de rejeição, Edmilson Rodrigues é o primeiro nome a ser lembrado, com 18,5%. Em segundo lugar está Priante, com 14,1%, seguido de Gustavo Seffer com 5,1%; Delegado Eguchi vem a seguir com 4,4%, juntamente com Dr. Jerônimo que possui o mesmo percentual.

Thiago Araújo e Cássio Andrade possuem os mesmos índices de rejeição: 4,0%. Cleber e Mário Couto vem, ambos, com 2,5%. Vavá Martins tem rejeição de 1,6%; Jair Lopes, 1,5% e Guilherme Lessa com 1,3%. 8,9% não rejeitam nenhum dos candidatos e 27,2% não opinaram.

A margem de erro estimada é de 3,5 pontos percentuais para mais ou para menos sobre os resultados encontrados no total da amostra.

*Fonte: Doxa e Roma News.