A Secretaria de Estado de Saúde Pública (Sespa) negou, nesta quinta-feira, 15, que há indícios de aumento de casos de covid-19 no Estado. Esse crescimento teria levado o Hospital Universitário João de Barros Barreto (HUJBB) da Universidade Federal do Pará (UFPA) a suspender visitas a pacientes internados na unidade por tempo indeterminado.  

Atualmente, o Pará tem 240.223 casos confirmados do novo coronavírus e 6.670 mortes, segundo os dados divulgados, hoje, no boletim epidemiológico; mais de 1.500 casos foram registrados só na última semana pela pasta da saúde.

Confira a nota emitida pela Sespa:

“A Secretaria de Estado de Saúde Pública (Sespa) informa que não procede a informação sobre o aumento de internações de pacientes com covid-19 em hospitais do Estado. Foram registradas 1.050 internações em setembro e 430 até o momento no mês de outubro. A Sespa ressalta que nenhuma região apresentou aumento nos casos de covid-19.

Nesta quinta-feira (15), o levantamento epidemiológico registrou uma redução nos casos de Covid-19 de 88% da média móvel quando comparada com 14 dias atrás, ou seja, a média de pessoas contaminadas no dia 29/09 eram 229 novos casos por dia, enquanto que no dia 13/10 foram computados 27 novos casos por dia”.

A Secretaria Municipal de Saúde de Belém também negou o avanço da doença. Em nota, Sesma esclareceu que não houve aumento no número de atendimentos de casos de Covid-19 em Belém. “A Sesma desconhece a origem da informação e ressalta que a população pode acompanhar a evolução da doença pelo Painel da Covid, disponível no link http://contratoemergencial.belem.pa.gov.br/painel-covid-19/, que possui atualização diária”, informou.