Em 2020, muitas datas comemorativas tiveram que ser adiadas ou se reinventar. Assim como aniversários, chá de bebê e outros eventos que antes já tinham datas marcadas, tiveram o calendário alterado ou se adaptarem ao que passamos a chamar de o “Novo Normal”. E, o Dia das Crianças é uma delas.

Hoje, segunda-feira, dia 12 de outubro, além de ser feriado nacional em comemoração à Nossa Senhora Aparecida, é também a data em que comemoramos o Dia das Crianças. Mas, este ano, devido à pandemia provocada pelo novo coronavírus, esta data será mais um daqueles eventos atípicos. Afinal, a pandemia ainda não passou e as medidas de segurança continuam sendo fundamentais para o dia a dia. 

Mesmo que já estejamos no sétimo mês de pandemia, e aos poucos começando a voltar com a nossa rotina, o cuidado e precaução para com a criançada e todos, ainda precisa ser cumprido. Seguir as normas de distanciamento ainda é muito importante.

Distração

Mas, a pandemia não impede que a molecada se divirta da forma que dá e nem os impede de ganhar presentes. 

Embora os parques, praças e restaurantes estejam liberados, a probabilidade de aglomeração é muito grande e cuidados precisam ser tomados. Para alguns estudiosos ainda não é seguro levar as crianças para locais em que se formarão aglomerações. Cabendo aos pais entender que o “novo normal”, por enquanto, é esse, e assim, permitindo que eles, junto com os filhos, busquem alternativas para garantir a diversão que o dia pede.

Foto: Divulgação

Inventar jogos, contar histórias, arrumar distrações para a cabeça dos pequeninos é sempre a melhor forma de se ocupar num dia em que antes se distraía e se divertia ao ar livre, ou num shopping, por exemplo. Mesmo que estes estejam abertos ao público, fica ao critério dos pais saber o que é melhor a se fazer durante este período em que estamos vivendo.

É importante salientar que o Dia das Crianças não se reduz a uma data apenas para alavancar o comércio e o consumo. Muito mais importante que dar presentes é estar presente, especialmente quando o momento em que os círculos de convivência e interação social ficaram bastante restritos. É o momento para que as famílias desfrutem de um tempo de qualidade com as crianças.

Comércio

Um cenário bastante incomum com relação aos anos anteriores, para esta que é uma das principais datas para o comércio, ainda sofre os impactos econômicos da pandemia do novo coronavírus. Segundo a Câmara dos Dirigentes Lojistas de Belém (CDL), a redução no percentual das vendas ficará em cerca de 10%, se comparado ao mesmo período do ano passado. Mesmo assim, esse percentual ainda está acima da estimativa da Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC), que tem uma retração de 4,8% no país.

Foto: Reprodução

O órgão acredita que o Dia das Crianças é a terceira data mais importante para o setor varejista do país, atrás somente do Natal e do Dia das Mães.