Mil e quinhentos moradores de Altamira, na região Xingu do estado, tiveram acesso a serviços destinados à valorização da cidadania. 

A ação aconteceu nos dias 05 e 06 de outubro durante a realização do programa “Balcão de Direitos” no Centro de Eventos da cidade.

Nos dois dias, a DPE ofereceu atendimentos de: retificação de certidões de nascimento e casamento, óbito tardio, divórcio consensual sem divisão de bens, acordos e orientações jurídicas. Também foram emitidas 2ª via de RG e CPF. 

Nesta edição, o programa contou com a participação dos defensores públicos Bia Tiradentes, Andréia Barreto, José Rogério Menezes e Ivo Câmara, lotados no Núcleo da Regional do Xingu. Ao todo foram emitidas cerca de 30 certidões extra-judiciais. 

Procura

O serviço mais procurado no “Balcão de Direitos” foi a emissão da 2ª via de RG. Mais de 600 pessoas puderam tirar o documento e fazer o resgate da sua cidadania.

“Tirar minha carteira de identidade é muito importante. Não tinha mais senha no primeiro dia, mas não desisti e voltei hoje. Agora vou poder ir embora com o meu RG em mãos. A Defensoria está de parabéns por realizar essa ação social e melhorar a vida de muita gente”, disse Tomaz, de 29 anos.

O defensor público geral João Paulo Lédo acompanhou toda a programação e destacou a necessidade da Defensoria chegar cada vez perto dos mais vulneráveis. A defensora Pública Eliana Magno (diretoria do interior) também esteve na ação. 

“Atingir a marca de 1.500 atendimentos é gratificante, mas também, nos mostra que precisamos atender ainda mais. O RG e CPF, por exemplo, são documentos básicos e essenciais para a entrada em ações judiciais e inscrição em programas sociais, como o auxílio emergencial. A Defensoria Pública tem o dever de garantir os direitos e a defesa dos mais necessitados deste estado”, ponderou João Paulo.

O Balcão de Direitos continua com atendimentos nos dias 08, 09 e 10 de outubro em Vitória do Xingu, nos dias 12, 13 e 14 em Anapu e, nos dias 16 e 17, no município de Pacajá.

Fonte: Ascom/DPE