Mais uma das cinco vítimas que estavam no veículo HB-20, que colidiu com uma camionete S-10, morreu, ainda na noite do cidente, no domingo, 27. A mulher identificada como Antônia Cláudia Lopes Santos, de 33 anos, faleceu no Hospital Regional de Marabá. A informação foi confirmada nesta segunda-feira, 28, pelo Instituto Médico Legal (IML).Antônia Cláudia Lopes Santos foi socorrida com graves lesões, porém, faleceu no Hospital Regional de Marabá / Foto: Divulgação

O acidente ocorreu por volta das 16 horas, de domingo, na BR-230, às proximidades da sede de treinamento “Cabo Rosa”, do Exército. Com a batida, o HB-20 ficou completamente destruído. Uma das vítimas ficou presas nas ferragens. Ana Carolina Costa e Silva faleceu no local do acidente e outras vítimas foram socorridas com graves lesões.

Na camionete, havia três rapazes que trabalham com venda de semijoias e estariam retornando para o Ceará.

O inspetor Jônatas Magalhães, da Polícia Rodoviária Federal (PRF), contou à imprensa local, ainda na noite de domingo, “ao analisar as marcas de frenagens e outros elementos relacionados ao acidente, que o HB-20 tentou ultrapassar um caminhão em faixa contínua, numa subida e não tinha nenhuma visibilidade”.

Ainda segundo o PRF, “os carros que vinham no sentido contrário (o mesmo da S-10) frearam às pressas. O motorista do HB-20 conseguiu retornar para seu lado da pista. Para não bater nos veículos que frearam, a S-10 puxou para a contramão, colidindo com o HB-20. “O condutor do HB-20 não apresentava sinais de alcoolemia, mas era inabilitado, sendo um dos causadores do acidente. Fomos à Polícia Civil, fizemos esse relato e estamos produzindo o Boletim de Acidente de Trânsito”, concluiu. 

Fonte: Correio de Carajás