Nesta segunda-feira, 28, começa o trabalho de colocação de tubos e aduelas que vai garantir o melhor fluxo de água subterrânea no trecho da avenida João Paulo II, no bairro Curió-Utinga. Por conta dessa nova etapa nas obras de drenagem na via, a partir de hoje, 28, a Superintendência Executiva de Mobilidade Urbana de Belém (SeMOB) fará modificações no transito da área.

Na última sexta-feira, 25, foram instalados semáforos na avenida João Paulo II, na confluência com a rua do Utinga. A avenida, que se encontrava totalmente interditada por barreiras de concreto no cruzamento com a avenida Doutor Freitas, está parcialmente liberada à circulação de veículos. Dessa forma, quem vier pela João Paulo II, em direção à BR-316, poderá transitar por duas faixas, localizadas na lateral de uma tubulação (adutora) de água, e seguir viagem ainda pela João Paulo II.

Com o início das obras no sentido inverso, bairro – centro, o trânsito será bloqueado no trecho, passando todos os veículos para o contrafluxo, em uma abertura do canteiro central, já que os veículos vindos no outro sentido estarão desviados para a rua lateral, conhecida também pelo nome de João Paulo. Com a passagem do trecho em obras, outro local do canteiro será aberto para que os veículos retornem para o fluxo normal da via.

A SeMOB ressalta que quem puder continuar fazendo os desvios anteriores no sentido de saída da cidade, para evitar congestionamento na via lateral da João Paulo II, deve optar por estes caminhos, acessando a Enéas Pinheiro, até à avenida Perimetral, usando a rotatória, seguindo para a avenida Doutor Freitas e prosseguindo caminho pelas avenidas Almirante Barroso, Brigadeiro Protásio mais à frente ou avenida Senador Lemos para acessar as avenidas Centenário e Laércio Barbalho

A Secretaria Municipal de Saneamento (Sesan) executa a drenagem profunda para solucionar o antigo problema de alagamentos que ocorrem em algumas vias e passagens daquela área de Belém. As obras de drenagem iniciaram no dia 4 de setembro e previstos para terminar até o final de outubro.

Cumpridas todas as etapas das obras de drenagem e pavimentação, sobretudo das duas pistas da João Paulo II, mas também a desobstrução do canal do Márte, para onde as águas pluviais das vias são escoadas, inicia-se a pavimentação da área, serviço que deve seguir até o final de novembro.