O calendário do auxílio emergencial volta nesta segunda, 28, com pagamento da 5ª parcela para beneficiários que receberam a 1ª parcela em abril, nascidos nos meses de outubro e novembro, seguindo o Ciclo 2 do calendário de pagamentos e saques do auxílio emergencial.

O mesmo acontece com a 4ª parcela, para quem foi aprovado em maio, a 3ª  parcela, para quem foi aprovado em junho e a 2ª parcela, para quem foi aprovado no auxílio emergencial em julho. 

Recebem também a 2º parcela os beneficiários do auxílio emergencial aprovados após contestação, entre 24 de abril e 19 de julho, e os que receberam o auxílio emergencial em abril, mas tiveram cadastro reavaliado e aprovado novamente. 

Os trabalhadores que realizaram o cadastro nas agências dos Correios, entre os dias 8 de junho e 2 de julho, e os que fizeram contestação do pedido de auxílio entre os dias 3 de julho e 16 de agosto e que tenham sido considerados elegíveis, recebem a 1ª parcela do auxílio emergencial.

Em relação aos casos dos trabalhadores que tenham recebido a 1ª parcela em meses anteriores e tiveram o pagamento suspenso em agosto, o Ministério efetuará o pagamento de todas as parcelas restantes, no período de 28 de agosto a 30 de setembro, segundo mês de nascimento, também no ciclo 2 de pagamentos do auxílio emergencial.

Os saques serão liberados no período de 19 de setembro a 27 de outubro, também segundo mês de nascimento. 

O pagamento das parcelas do auxílio emergencial será efetuado por meio da poupança social digital e também em agências da Caixa Econômica Federal.

Bolsa Família

Nesta segunda também começa também o pagamento da 6ª parcela para os aprovados que são cadastrados no Bolsa Família, Número de Identificação Social (NIS) terminado em 8.

Os quatro novos pagamentos, no valor de R$ 300, acontecerão até dezembro. No entanto, a Caixa ainda não divulgou o calendário completo desse ciclo de pagamentos