A segunda edição do Big Brother Brasil estava na reta final. Rodrigo Cowboy, Manuela, Cida, Thyrso, Taciana e Fabrício eram os “brothers” restantes naquela altura do reality show. O sexteto estava confinado quando o Brasil bateu a Alemanha por 2 a 0 e conseguiu o pentacampeonato mundial. O grupo sobre da conquista somente horas depois, ao ver lances do jogo que será reprisado neste domingo, pela “Rede Globo”.

O BBB2 teve início no dia 14 de maio, somente 42 dias após o início da primeira edição, diferentemente da distribuição atual. A bola rolou na Copa do Mundo da Coreia do Sul e do Japão no dia 31 de maio e terminou no dia 30 de junho, 23 dias antes de o Brasil conhecer o vencedor do reality, no dia 23 de julho.

– Foram muitos sentimentos ao mesmo tempo, era angústia e vontade de ver o jogo. A gente ficou confinado e até ouvia alguns barulhos [de fogos de artifício], mas não identificava o que era exatamente. Não foi fácil. A gente ficou louco por informações – contou a ex-BBB Cida ao “UOL Esporte”.

Rodrigo, vencedor daquela edição, por sua vez, relatou que a imersão no confinamento retirou um pouco do peso da conquista do futebol brasileiro.

– Não teve muito impacto não, porque tava imbuído no confinamento. Mas a gente sempre escutava alguns fogos de artifício, mas era difícil saber o que era – relatou o cowboy, também ao “UOL Esporte”.

Os participantes assistiram apenas à estreia da Seleção Brasileira naquele mundial. Uma enquete feita durante o Fantástico, na véspera do jogo, terminou com 50,3% dos votantes à favor da liberação para os “brothers” assistirem à partida, que terminou com vitória do Brasil por 2 a 1 sobre a Turquia.

O sexteto, porém, ficou sem notícias dos confrontos seguintes. Coube a Serginho Groisman, na tarde do domingo do dia 30 de junho de 2002, informar sobre o quinto título de Copa do Mundo da equipe canarinho.