脌s v茅speras da Semana Santa, a Igreja Cat贸lica da Col么mbia afastou 15 padres denunciados por abuso sexual.

Os religiosos que foram suspensos pertencem 脿 Arquidiocese de Villavicencio e o caso est谩 nas m茫os da Justi莽a, indicou um porta-voz religioso.

“Foram suspensos 15 padres da arquidiocese como medida cautelar, porque est茫o em processo de investiga莽茫o”, disse 脿 AFP Carlos Villab贸n, porta-voz da jurisdi莽茫o religiosa.

Os padres foram denunciados em fevereiro por um colombiano adulto, por “atos contr谩rios 脿 moral sexual”.

“Seguindo o protocolo da Comiss茫o Arquidiocesana de Prote莽茫o de Menores, a queixa foi informada ao Minist茅rio P煤blico, e nos colocamos em disponibilidade total para colaborar com as investiga莽玫es”, assinalou a Arquidiocese de Villavicencio.

O jornalista Juan Pablo Barrientos, autor de um livro sobre pederastia e acobertamento no clero colombiano, afirmou 脿 AFP que o esc芒ndalo envolve mais religiosos: 15 de Villavicencio e quatro de outras dioceses. Ele disse ter tomado conhecimento, por fontes judiciais e eclesi谩sticas, de que os padres fazem parte de uma rede de abuso sexual.

Os 19 envolvidos foram punidos pela Igreja e est茫o sob investiga莽茫o judicial. Autoridades eclesi谩sticas s贸 confirmaram a san莽茫o contra 15 padres.

“O denunciante 茅 uma fonte protegida do Minist茅rio P煤blico. Est谩 amea莽ado e corre risco de vida”, acrescentou o jornalista.

O 贸rg茫o investigador n茫o se pronunciou sobre o expediente, motivo pelo qual se desconhece se o colombiano 茅 uma v铆tima dos padres ou possui informa莽玫es sobre a suposta rede.

Em sua mensagem, a arquidiocese sugere que se trata de uma pessoa diretamente agredida: “Expressamos a ele nossa profunda dor e solidariedade, e lhe oferecemos acompanhamento psico-espiritual.”

Em mar莽o de 2019, o arcebispo de Bogot谩, monsenhor Rub茅n Salazar, reconheceu que a Igreja tem conhecimento de mais de 100 casos de abuso sexual na Col么mbia.

Fonte: Ag锚ncia France Press