A equipe da Delegacia Especializada no Atendimento a Criança e ao Adolescente (Deaca) de Parauapebas prendeu na manhã desta quarta-feira (01) cinco pessoas por estupro de vulnerável. O objetivo final é cumprir os mais de 10 mandados de prisão que estão em aberto contra pedófilos e estupradores. As prisões são decorrentes da operação Pandofilia, que tem o intuito de proteger crianças e adolescentes no período de quarentena que podem estar mais vulneráveis a seus abusadores, caso vivam em seu ambiente domiciliar.

De acordo com a Polícia Civil, até o momento, cinco pessoas foram presas. Desses, três já tiveram os nomes divulgados. São eles: Ednaldo Pereira da Silva, Francisco Alves Araújo e Charles Dias Oliveira.

Fonte: O Liberal