A perda de olfato e paladar podem ser dois novos indícios para que pessoas estejam contaminadas com o novo coronavírus, é o que vem sendo observado por médicos e especialistas.

De acordo com a entidade britânica ENT UK, que representa médicos de ouvido, nariz e garanta, o sintoma foi observado por quem trata casos de COVID-19 e afirmaram que alguns pacientes estão relatando sintomas como a perda de olfato e paladar, o que se chama na medicina de anosmia.

Os casos desses novos indícios foram relatados na China, Coreia do Sul, Itália, Inglaterra, Alemanha, França, Estados Unidos e Irã.

Para o presidente da Associação Brasileira de Otorrinolaringologia e Cirurgia Cérvico Facial (ABORL-CCF), Dr. Geraldo Druck Sant’Anna, chama atenção o fato de que, por enquanto, trata-se apenas de relatos de médicos de diferentes países. “Ainda não existem estudos científicos que comprovem ou descartem a relação entre a perda de olfato e o novo coronavírus”, alerta.

A perda do olfato e a consequente perda do paladar se dá a conexão que os dois sentidos têm casos de infecções virais das vias aéreas superiores.

Fonte: Uol