O presidente Jair Bolsonaro cancelou viagem que faria ao Rio Grande Norte na tarde desta quinta-feira (12), dia em que pode ter uma reunião com líderes do Congresso para discutir o combate à pandemia de coronavírus.

Bolsonaro viajaria para Mossoró, onde faria o anúncio de medidas não especificadas do governo federal. O cancelamento da viagem foi informado pela Secretaria Especial de Comunicação Social da Presidência.

Com o cancelamento da viagem, a agenda do presidente não possui nenhum compromisso oficial para o dia, que começou com forte turbulência nos mercados financeiros em decorrência da pandemia — o dólar chegou a superar a casa de 5 reais e o Ibovespa voltou a acionar o mecanismo de circuit breaker após recuar mais de 11%.

Há uma expectativa sobre possível encontro de Bolsonaro com os presidentes do Senado, Davi Alcolumbre (DEM-AP), e da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), nesta quinta-feira, para discutir a liberação de recursos para o combate ao coronavírus, de acordo com a Agência Senado.

Na noite de quarta-feira, Alcolumbre afirmou que o governo federal estuda editar uma medida provisória para buscar a liberação de 5 bilhões de reais para reforçar a estrutura do Ministério da Saúde para combater o coronavírus.

A declaração foi dada depois de reunião no Congresso com a presença dos ministros Paulo Guedes, da Economia, e Luiz Henrique Mandetta, da Saúde, além de Maia e o presidente do Banco Central, Roberto Campos Neto, de acordo com a Agência Senado.

Fonte: Agência Estado