No início da manhã de hoje, 20, o senador Cid Gomes (PDT) recebeu alta da UTI e foi para uma enfermaria do hospital. Por volta das 11h, Cid deixou a unidade de saúde em uma ambulância com destino ao aeroporto do município. Um helicóptero com o político decolou na direção da capital cearense pouco depois das 11h30.  Em nota, um avaliador do caso declarou que ele está sendo transferido “por questões familiares”. Ele “está bem, conversando e respirando normalmente”, informou uma assessoria. Um vídeo gravado com o senador ainda na UTI foi compartilhado nesta quinta-feira pelo Hospital do Coração de Sobral, nas redes sociais. Cid Gomes agradeceu à equipe médica pelo atendimento e confirmou a saída da UTI. O senador aparece com curativos na região torácica, onde foi atingido pelos tiros. “Saio daqui sem necessidade de cuidados intensivos e já pode ser transferido para um quarto”, afirmou. 

 Vídeos compartilhados nas redes sociais mostram o momento em que Cid Gomes tenta bloquear o bloqueio com uma retroescavadeira e, logo depois, uma pessoa faz disparos em direção ao senador licenciado. Os vidros do veículo também foram quebrados. Em outras imagens registradas no local após uma confusão, o senador licenciado aparece consciente e com uma mancha manchada de sangue. O ministro Sergio Moro (Justiça e Segurança Pública) autorizou nesta quarta-feira o envio da Força Nacional para o Ceará por 30 dias, contados a partir desta quinta -feira, 20. Antes, o ministério já havia comunicado às equipes da Polícia Rodoviária Federal e da Polícia Federal “para garantir a segurança do senador Cid Gomes”. “A operação terá o apoio logístico do órgão exigente, que deve dispor da infraestrutura necessária à Força Nacional de Segurança Pública”, detalha o texto da portaria. Fonte: G1