A família de um homem que estava sequestrado desde o dia 28 de janeiro e conseguiu escapar no último sábado, 15, identificou e sepultou o corpo de uma outra pessoa, em Marabá, sudeste do estado.

 Maicon da Silva Santos, é da cidade de Imperatriz, no Maranhão e estava hospedado na casa de uma tia, no bairro Folha 12, em Marabá. Ele foi surpreendido criminosos que estavam em um carro modelo Gol branco, na madrugada do dia 28, e foi levado para um cativeiro onde esteva preso por 19 dias. 

Durante esse período, a família do homem que trabalha como representante de vendas, fez buscas pelo corpo do mesmo acreditando que estaria morto, e acabou identificando o corpo de um outro homem como se fosse o de Maicon. A família do vendedor velou e sepultou o desconhecido.

Na manhã do último sábado, 15, Maicon que até então estava preso pelos sequestrados, conseguiu escapar e foi até uma delegacia registrar um boletim de ocorrência. Ao procurar a família, teve a surpresa.

Sequestro 

 Maicon da Silva Santos já teve envolvimento com o tráfico de drogas, e relatou a polícia que o sequestrador era um traficante com o qual ele tinha uma dívida do passado. Por estar de volta a Marabá, o sequestrador reconheceu Maicon e resolveu cobrar a dívida.

 O homem sepultado pela família do vendedor ainda não foi identificado, e a polícia segue investigando os casos.

*Com informações do Correio de Carajás