Ao ver uma mancha de sangue em uma roupa “nova”, a britânica Roxy Williams achou que ela havia menstruado mais cedo e causado o incidente. A peça foi comparada pela internet e ela experimentou sem lavar. A consumidora percebeu que não era dela o sangue, tratava-se de uma mancha seca que já foi com o produto.

“Por um segundo, pensei que deveria ter começado a menstruar mais cedo, mas, depois de analisar, cheguei a conclusão de que era obvio de que se tratava de sangue menstrual seco de outra pessoa”, relatou à publicação inglesa The Sun.

“Eu sei que as pessoas lavam roupas novas antes de usá-las, mas você não deve lavá-las primeiro, ao contrário desse suposto macacão ‘novinho em folha’ que comprei na ASOS. Sim, isso é o sangue de alguém”, explicou.

A consumidora postou fotos da peça e marcou o perfil da loja; depois entrou em contato com o estabelecimento, mas recebeu apenas respostas automáticas. “Foi um pesadelo entrar em contato com eles, pois eles enviaram uma série de mensagens automáticas com informações divergentes.”

Mas como a imagem viralizou no Twitter, Roxy disse que a empresa entrou em contato e disse que iria averiguar o ocorrido.

Fonte: Marie Claire