A primeira vacina que visa combater o coronavírus pode estar pronta em 18 meses, “então temos que fazer o possível hoje com nossas armas disponíveis”, disse o diretor-geral da Organização Mundial de Saúde (OMS), Tedros Adhanom Ghebreyesus, nesta terça-feira (11) em Genebra.

Ele afirmou que o vírus foi batizado de COVID-19, explicando que é importante evitar o estigma e que utilizar outros nomes pode ser impreciso.