Dois suspeitos foram presos por envolvimento na morte de Iuri Sousa Gonçalves, que foi espancado e jogado da ponte do Rio Tocantins, próximo a região de Marabá, em junho do ano passado.

Um deles foi identificado apenas pelas iniciais de W. B. L. F. e o outro é um adolescente em conflito com a lei, que foi apreendido e entregue ao Centro de Internação do Adolescente Masculino (CIAM).

De acordo com o delegado do Departamento de Homicídios, Toni Rinaldo, ainda faltam três suspeitos para serem presos.

Vítima foi jogada de ponte

O crime ocorreu no dia 2 de junho 2019. A vítima além de ter sido perseguida e espancada, fora jogada da ponte rodoferroviária de Marabá. Iuri seria integrante de uma facção criminosa, enquanto que os acusados seriam pertencentes a outra facção. Entretanto a polícia ainda não se pronunciou sobre a hipótese.

Fonte: Portal Roma News