Ainda invicto em clássicos Re-Pa, o treinador do Paysandu, Hélio dos Anjos, fez a sua leitura do jogo e mandou recado aos críticos em uma coletiva concorrida após a vitória contra o Remo, por 2 a 1, neste domingo (09). “Clássico é um jogo de campo grande. Ninguém espera ninguém”, disse. 

Hélio defendeu a atuação bicolor, apesar de chamar a atenção para um lance. “Detestei tomar um gol assim. De lateral. É uma bola aparentemente morta”, afirmou. 

Segundo ele, porém, há muitos positivos, entre eles, a forma como a equipe se comportou. “Me impressionou a capacidade de entender o jogo e ser altamente competitivo. Agora, ninguém ganhou nada”, ressaltou. 

Hélio dos Anjos também comentou a forma como motivou os atletas, apontando as dificuldades da tabela de classificação e reiterando uma missão. “Já é um clássico e é sempre bom enfrentar um grande adversário como Remo. Agora é inadmissível ficarmos fora do grupo de classificação”. 

Hélio também mandou recados para os críticos. “Não vai se administrar de fora para dentro. Ninguém é leigo, idiota aqui”. A semana foi difícil para os bicolores após a derrota para o Castanhal. A equipe, porém, conseguiu eliminar o Brasiliense, na Copa do Brasil, e venceu o rival, no Estadual. 

Na sequência, o chefe da comissão técnica bicolor informou que o preparador físico do Papão se desligará do clube. “Perdemos o Fred Pozzebon para um time de ponta. Ele foi contratado em cima de números. É uma perda grande”.  O Paysandu ainda não se pronunciou sobre esse assunto. 

Fonte: O Liberal