Um adolescente de 17 anos foi morto a tiros na madrugada desta segunda-feira (10) às margens do Canal São Joaquim, bairro de Val-de-Cans, em Belém. O jovem, que atuava irregularmente como mototaxista, foi assassinado por um atirador que estava em um carro prata por volta de 1h, perto da avenida Júlio César, no momento que transportava uma pessoa na garupa de sua moto.

Segundo informações de parentes do rapaz, que foram à cena do crime logo após serem alertados sobre o homicídio, ele atuava há pouco tempo como mototaxista, ainda que não tivesse carteira de motorista em razão de ainda não ter completado 18 anos. Ele rodava com uma moto alugada na madrugada, vestido como mototáxi, quando foi abordado por um carro prata. As testemunhas contam que os atiradores não saíram do veículo e simplesmente atiraram na direção do rapaz, que caiu da moto.

Não há informações se a pessoa que o rapaz transportava era um cliente ou um carona, mas o fato é que esse outro indivíduo não feriu na ação, e também não foi encontrado após a morte do adolescente. 

Segundo o 1º Batalhão de Polícia Militar (BPM), familiares do jovem foram ao local após o crime e disseram que ele morava no bairro do Barreiro. Eles não souberam dizer o que pode ter servido de motivação para a morte dele, já que eles não sabem se ele vinha sofrendo ameaças e nunca havia sido detido por problemas com a lei. Quando perguntado se ele era usuário de drogas, um tio da vítima não soube confirmar.

O corpo do adolescente foi removido para análise do Instituto Médico Legal (IML), e a Divisão de Homicídios da Polícia Civil investiga o caso.