Oator Joaquin Phoenix, cotado para ganhar o Oscar como melhor ator em Coringa, voltou a ser preso na última sexta-feira (7) nos EUA, ao participar de um protesto pelas mudanças climáticas ao lado da colega Jane Fonda. Os dois foram detidos com outras 15 pessoas durante uma manifestação contra a falta de iniciativas do governo americano contra as mudanças climáticas.

Os manifestantes ocuparam a matriz da Maverick Natural Resources, uma empresa exploradora de gás na Califórnia, e em seguida marcharam até a prefeitura de Los Angeles.

A primeira prisão deles aconteceu em Los Angeles, onde o Oscar será entregue no domingo (9). Já a primeira, em Washington, capital dos EUA.

Jane Fonda lidera protestos ambientais todas as sextas desde outubro de 2019. Ela já foi presa cinco vezes desde então. Para Phoenix, esta é a segunda prisão.

Outros famosos que se juntaram às manifestações e também acabaram presos foram Lily Tomlin, Sam Waterston, Martin Sheen — colegas de Fonda na série “Grace & Frankie” — Ted Danson, Diane Lane, Piper Perabo, Amber Valletta e Sally Field

Fonte: UOL