A Faculdade de Odontologia da Universidade Federal do Pará (UFPA) abriu a segunda turma do curso de capacitação voltado a profissionais de saúde bucal que atendem pacientes com necessidades especiais. As inscrições são presenciais e serão realizadas até o dia 15 de março.

O curso faz parte do Serviço Integrado de Diagnóstico Oral e Atendimento Odontológico a Pacientes Especiais (SIDOPE), projeto realizado pela Faculdade de Odontologia da UFPA com o apoio da FADESP para a prevenção, o diagnóstico e o tratamento odontológico de pessoas que apresentam qualquer tipo de condição de vida que os façam necessitar de atendimento diferenciado por um período ou por toda a vida. Entre elas estão os diabéticos, os hipertensos, as grávidas e as pessoas com deficiência mental.

Inscrições – Serão aceitas inscrições de profissionais que concluíram cursos de auxiliar de saúde bucal e de técnico em saúde bucal. Os interessados devem procurar o Serviço integrado de Diagnóstico Oral e Atendimento Odontológico a Pacientes Especiais (SIDOPE), na faculdade de Odontologia da UFPA, Campus Guamá, em Belém.

No momento da inscrição, serão exigidas cópias de comprovante de Residência, RG, CPF e certificado ou declaração de conclusão do ensino médio. O candidato também deve efetuar o pagamento da taxa de inscrição, de R$ 50,00.

Sobre o curso – Como é autofinanciado, o curso exige pagamento de seis parcelas mensais de R$ 250,00. Se o valor total for pago, será garantido desconto de 10%. Os boletos serão emitidos através do site da FADESP, área de cursos de qualificação.

A coordenação do curso é do professor da UFPA, Erick Nelo Pedreira, doutor em Patologia Bucal. O objetivo da formação é capacitar os profissionais que atuam ou queiram atuar em serviços odontológicos ambulatoriais e hospitalares voltados a pessoas com deficiência.

Para essa segunda edição são ofertadas 25 vagas. As aulas terão duração de seis meses e serão realizadas no prédio da Faculdade de Odontologia da UFPA e na rede hospitalar pública, em Belém, cumprindo carga horária de 120 horas.

Para obter mais informações, o interessado deve ligar para os telefones (91) 3201-8366 ou 98234-5791.

Fonte: O Liberal.