Um crime bárbaro, motivado por discussões sobre a gravidez da esposa, ainda teve um elemento extra. O marido, Marcelo Augusto de Sousa Araújo, de 21 anos, confessou ter matado a esposa, Francine Rigo dos Santos, uma maquiadora de 22 anos, crime que foi registrado no dia 22 de dezembro. Mas ss redes sociais da vítima foram movimentadas na madrugada do dia 23, o  que aponta ter sido obra do executor.

O assassino confesso foi preso pelo assassinato a facadas da mulher grávida, em Várzea Paulista (SP). Segundo depoimento, ele usou uma lâmina para tirar a vida da esposa durante uma relação sexual.

Sem contato com a vítima, parentes, um dia depois do assassinato, arrombaram a porta e a encontraram morta. Havia muito sangue. O suspeito supostamente tentou cometer suicídio, mas foi socorrido em Várzea Paulista.

Além do crime chocante, o suspeito também fez publicações nas redes sociais se passando pela esposa, na madrugada do dia 23 de dezembro.

Na publicação, o marido se passando pela esposa morta afirma que o casal não suportava mais a pressão da família dela. “Não somos tão perfeitos, mas sentimos algo ao nos casar que não sabemos explicar”, escreveu. Ainda na postagem, o suspeito escreve que o casal quer paz e que o casamento será eterno.

O casal, segundo o assassino confesso, vinha discutindo sobre coisas banais, como a ceia de Natal, mas também sobre a gravidez da jovem.

O marido apresentou versões contraditórias sobre o crime, mas, segundo a polícia, confessou o assassinato durante uma discussão, ao saber a esposa estava grávida.