Uma chinesa, identificada apenas como Yi, estava em casa quando conseguiu escapar de um estupro, dizendo ao abusador que estava com o coronavírus. Ela disse a ele que estava tossindo muito e havia acabado de voltar de viagem a Wuhan, epicentro das contaminações.

O suspeito, identificado pela vítima como Xiao, entrou em seu quarto após quebrar a janela durante a noite. Ao perceber que poderia ser estuprada, a mulher começou a tossir na frente do homem e disse que morava em Wuhan e estava isolada da família por conta do vírus.

O homem ficou com medo de ser contaminado e fugiu levando apenas dinheiro.

A polícia de Xingshang detalhou o caso pelas redes sociais e iniciou a busca pelo suspeito. No entanto, com todos usando máscaras de proteção, a polícia enfrentou problemas para identificar o homem.

Mais tarde, Xiao se entregou, confessou o crime e está sob a custódia policial.

Fonte: Metrópoles.