Maria do Céu, mãe de Augusto Liberato, quebrou o silêncio sobre o relacionamento do filho com Rose Miriam di Matteo. “Ele nunca teve nada com ela. Nunca tiveram nada um com o outro. Isso eu te digo porque eu sei”, disparou a mãe do apresentador durante entrevista ao Fantástico, na noite deste domingo (2).

O programa exibiu uma entrevista exclusiva com a matriarca de 80 anos e os advogados da família, Carlos Regina e Dilermando Cigagna Júnior, que contestam o relacionamento afetivo que Rose Miriam afirma ter mantido com Gugu.

“Tudo que ela pedia, ele dava. Não só ela, como para a família inteira. Ela tem uma bela de uma casa aqui em Alphaville (bairro nobre de São Paulo). Quando ela vinha para cá, ela tinha dinheiro para fazer o que queria”, acrescentou a mãe de Gugu.

“Eu rezo para que tudo volte ao normal. Seria muito melhor, não gastava com os advogados dela, não gastava com os nossos, não é? E seria muito melhor”, disse Maria do Céu.

A herança bilionária do apresentador, que morreu em novembro de 2019, tem sido alvo de disputa entre os filhos e sobrinhos de Gugu e Rose Miriam. A mãe dos herdeiros do animador não foi citada no testamendo e travou uma batalha judicial para ficar com parte dos bens.

No testamento, Gugu deixou 75% do patrimônio para os três filhos – João Augusto, de 18 anos, e as gêmeas Sofia e Marina, de 16 – e os outros 25% distribuiu entre os cinco sobrinhos. A irmã de Gugu, Aparecida Liberato foi nomeada inventariante e curadora especial das filhas menores de idade de Gugu. 

Para o advogado da família, era claro que não havia um relacionamento conjugal entre os dois. “Pelos documentos que eu tenho, não tem a menor chance de ser considerada uma união estável”, explica Júnior. “Eles fizeram um contrato, que depois nós vamos exibir em juízo, que diz que eles eram realmente amigos. Podiam até ter um afeto, mas eram amigos e não tinham vida em comum”, garante o representante. 

“Ela ouviu o testamento junto com as filhas, com o João, seu filho, com toda a família e concordou com os termos. Pediu harmonia da família. Fez até um discurso bonito para todos. A leitura do testamento, se não me engano, aconteceu por volta de 16h de sexta feira. A notícia que nós tivemos depois é que, 20h ou 21h, ela estava na casa de outro advogado, levada pelo seu irmão, para contestar esse testamento”, disse ainda o advogado.

O representante de Rose Miriam, Nelson Willians, também foi ouvido pela reportagem. “Em todo momento, a Rose era a mulher, a esposa, a companheira. Somente após a abertura do testamento que nós começamos a ouvir essa história de amiga. Isso é de uma desumanidade total”, concluiu.

No domingo, Rose divulgou uma carta em que afirma os dois desejavam construir uma família. Ela ainda declarou que o casal foi muito feliz durante todos esses anos, principalmente no período em que viveram nos Estados Unidos.