Angelo & Angel, que foram semifinalistas no The Voice Brasil em 2013, acusam uma companhia aérea de racismo. Considerados a primeira dupla sertaneja negra do país, os artistas tinham passagens compradas para embarcar na última segunda-feira, 27, no aeroporto de Confins, em Minas Gerais, com destino a Santa Catarina, mas foram impedidos por funcionários da companhia que desconfiaram do clonagem do cartão usado para comprar as passagem. 

Eles divulgaram um vídeo sobre o assunto:

“Foram feitos vários questionamentos como: quem comprou a passagem, qual o endereço do titular do cartão de crédito, qual destino e por aí vai. Um constrangimento enorme para os irmãos que tinham uma agenda de trabalho a ser cumprida na região”, divulgaram Angelo & Angel por meio da assessoria de imprensa. 

Mesmo alegando ter prestado todos os esclarecimentos solicitados a dupla diz que os cartões de embarque não emitidos e, quando conseguiram chegar ao Sul do país, horas depois, a agenda de compromissos de trabalho já havia sido perdida.

Nenhum outro passageiro que estava na fila passou pela mesma situação e constrangimento, é com profundo pesar e certa revolta que os sertanejos soltam essa nota repudiando que em pleno século XXI esse tipo de preconceito ainda exista no Brasil”, finaliza o comunicado dos artistas.

Angelo & Angel estão com o projeto “Pé na Estrada” onde percorrem o país divulgando seu hit “Mamacita”, que bombou ano passado nas rádios nacionais e agora acaba de ganhar um clipe e uma nova versão com o grupo baiano Filhos de Jorge.

As informações são de O Liberal.