O universitário Fabllu O Hora de Lima Gonçalves, de 30 anos, foi morto com um tiro na noite desta quarta-feira (29) em Marabá, cidade do Sudeste Paraense. O jovem foi baleado na cabeça e o principal suspeito de ter feito o disparo é Vinícius Gatti, que era amigo da vítima e dono da casa onde o crime ocorreu. Aparentemente, o disparo foi feito de maneira acidental, mas a Divisão de Homicídios da Polícia Civil de Marabá segue investigando o caso. Até a tarde desta quinta (30), Vinícius seguia foragido e era procurado pela Polícia Civil. 

Segundo familiares, Fabllu, que era estudante de direito, foi baleado por volta das 21h, na casa que fica na rua Fortunato Simplício Costa, no bairro Novo Horizonte. No momento do disparo, a vítima estava na companhia do dono da casa e de demais amigos. Ainda de acordo com parentes, foi Vinícius quem ligou para o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu 192) antes de fugir do local. Fabllu foi atendido pelos socorristas e levado ao Hospital Regional Público do Sudeste Doutor Geraldo Veloso, ainda em Marabá, mas não resistiu ao ferimentos e morreu na unidade.

Na manhã desta quinta, as pessoas que estavam na casa no momento do disparo começaram a ser ouvidas pela Polícia Civil. Segundo mostram as investigações, todos estavam em uma reunião social, conversando e bebendo cerveja. As circunstâncias exatas do baleamento seguem sendo apuradas pela Polícia, que também trabalha para localizar Vinícius. 

Crédito: O Liberal