Depois de matar a própria mãe, o filho, para tentar encobrir o crime, colocou o corpo da mulher em um poço artesiano da casa onde morava, no bairro Nova Iguaçuana, em Nova Iguaçu (RJ), na Baixada Fluminense. Ele confessou o crime e foi preso em flagrante.

Eduardo Jonathan Nicolau Alves, de 23 anos, cobriu o corpo com brita, fechou o poço e colocou um vaso de planta por cima para tentar disfarçar.

A mãe, Sandra Maria Nicolau, completaria 45 anos no dia 30 de janeiro. Ela ainda foi vista com vida na última sexta-feira (24). Mas, no sábado, seu corpo foi encontrado.

A polícia foi acionada pelos vizinhos, segundo Natasha Nicolau Kohlman, filha da vítima. Os vizinhos ouviram o barulho de Jonathan e mais uma pessoa no quintal da casa, no sábado de madrugada.

“Os vizinhos escutaram tudo e acionaram a policia, mas eles só chegaram na tarde do sábado. Minha mãe ficou lá apodrecendo por horas. Ele não estava sozinho. Tenho testemunhas de que ele não agiu sozinho”, disse a irmã.