Tanto no Brasil quanto na Índia, rinhas de galo são proibidas, mas continuam acontecendo. Local de crueldade com animais, dessa vez quem levou a pior foi um homem que transportava o animal para a luta mortal. Ele morreu ao ser furado pela lâmina que é presa no lugar do esporão da ave. O caso ocorreu na semana passada, na Índia, segundo informou a publicação “The Hindu”.

Quando se encaminhava para a rinha, o animal se “rebelou” e tentou fugir. Na ânsia de impedir a fuga, a ave, que geralmente é muito forte, tentou segurar o bicho, que se debateu e desferiu o golpe com a lâmina.

O homem morreu instantes depois.Há contradições sobre o local do corte. Segundo fontes ouvidas pela CNN norte-americana, a perfuração aconteceu no pescoço. Já a emissora britânica “Independent” afirmou que a penetração foi na barriga da vítima.