O jovem David Pinto Reis, de 20 anos, foi assassinado com tiros na cabeça enquanto dormia em cima de um balcão, na feira do bairro da Marambaia, em Belém. O crime ocorreu por volta de 20h deste sábado (18). A vítima estava sozinha, descansando no ponto comercial, que já havia fechado, quando foi executada.

Os policiais da Companhia de Polícia Turística (CIPTUR), que estavam fazendo rondas na localidade, contaram que escutaram alguns tiros. Em seguida, um morador do entorno foi até a guarnição informar sobre o homicídio registrado dentro da feira. A princípio, os policiais pensaram que não havia ocorrido nenhum crime, pois o local estava calmo, sem nenhuma testemunha ou movimentação atípica, mas dentro do primeiro box da feira avistaram o corpo de David, deitado em cima do balcão, de barriga para cima, com marcas de bala na cabeça.

No interior do estabelecimento, os policiais da CIPTUR não conseguiram localizar nenhum projétil de arma de fogo ou outras pistas que pudessem auxiliar na elucidação do crime.

Testemunhas deram relatos confusos à polícia e não souberam informar a autoria do homicídio. Algumas pessoas disseram que os atiradores chegaram ao local em uma bicicleta, outras afirmaram que os executores chegaram em uma moto. Esses detalhes da ocorrência, no entanto, ainda serão investigados pela Divisão de Homicídios da Polícia Civil, que dará andamento às apurações do caso.

A mãe de David, bastante calma, contou que o filho era “problemático”, costumava praticar roubos e era usuário de drogas. No dia anterior, ela havia inclusive registrado um boletim de ocorrência contra o filho, prestando queixa por ele ter roubado seu celular. O rapaz já havia sido preso no ano passado pelo crime de furto qualificado.

O corpo do rapaz foi removido no final da noite e encaminhado ao Instituto Médico Legal (IML).