O lateral-esquerdo paraense Marlon, ex-Remo e Paysandu, ganhou uma ação que movia contra o Vasco da Gama-RJ, outro clube pelo qual passou na carreira. Juntamente com o volante Eduardo Aranda, o lateral teve a sentença a favor homologada em quase R$ 1,621 milhões pela juíza Andressa Campana Tedesco Valentim, da 1ª Vara do Trabalho do Rio de Janeiro (TRT-1).

Natural de Belém (PA) e hoje no Águia de Marabá, Marlon vestiu a camisa do Vasco em 2014, fazendo 34 jogos e marcando quatro gols. O lateral-esquerdo acionou a Justiça contra o  Gigante da Colina em 2016. Na decisão, a juíza determinou que o caso do lateral fosse encaminhado ao Juízo Centralizador, para que o jogador receba os valores por meio do Ato Trabalhista do Cruz-Maltino.

Marlon, de 34 anos, vai para o seu 14° clube na carreira. Revelado pelo Pinheirense-PA, o lateral também já atuou pela Tuna, Criciúma-SC, Bahia-BA, Brasil de Pelotas-RS, Vila Nova-GO, entre outros times. O jogador está em sua segunda passagem na carreira pelo Águia, após ter defendido o Azulão em 2016.