reprodução

Um casal de idosos manteve a promessa de ficar junto até que a morte os separasse. Jack e Harriet Morrison morreram no mesmo dia, em 11 de janeiro, horas depois de darem as mãos pela última vez. O casal é de Missouri, nos Estados Unidos.

Jack, de 86 anos, foi o primeiro a partir: ele morreu às 3h34. Harriet, de 83, morreu às 23h53.

O casal teve o primeiro encontro em um jantar de Halloween, em 1955. Desde então eles ficaram juntos. Os dois se conheceram pouco tempo antes, em um ônibus que Jack dirigia, da companhia de seu pai.

Os Morrison casaram em 1956 e tiveram dois filhos. O sustento da família veio de uma linha de ônibus.

Os dois foram enterrados um ao lado do outro, próximos ao filho John, que morreu em 2007, por conta de um câncer pancreático.

Sue Wagener, sobrinha que foi criada por eles, contou ao jornal St. Louis Dispatch que sabe que “agora eles estão em paz e voltaram a ficar juntos”.

Ela contou ao jornal que Jack tinha o hábito de acordar antes da mulher para fazer seu café. O casal gostava de viajar para a Europa e Austrália.

Há cerca de um ano, Harriet caiu em um passeio com o cachorro, fraturou a pélvis e o quadril. Ela tinha um quadro de demência que a levou a ser internada. Em setembro, Jack também caiu e quebrou o pescoço, sendo levado para a mesma clínica da esposa.

No final da vida, eles ainda conseguiam dar as mãos e tirar sonecas juntos. Perto do Natal, Jack não conseguia mais se alimentar. Harriet também passou a comer e beber pouco. Eles foram colocados juntos, trocando mobílias de lugar, para poderem ficar pertinho até os instantes finais.

Jack e Harriet deixaram um filho, James Morrison, e netos