reprodução

Dois cães ficaram horas presos dentro de uma agência bancária. Foi necessária a presença do chaveiro, Gilson Nalesso, para abrir a porta, que estava emperrada. O funcionário terceirizado do banco conta que já fez alguns “resgates”, mas nada igual ao que aconteceu na tarde do domingo (19).

“Já fiz alguns salvamentos, mas de cachorro não. De cachorro foi a primeira vez”, diz.

Moradores da redondeza e clientes do banco que passaram pela agência perceberam, no início da tarde, que os animais estavam presos do lado de dentro. Alguns tentaram abrir a porta, mas sem sucesso. Foi então que o morador Vinicius Fogaça acionou o banco pelo telefone. “Eu entrei em contato com a agência pelo 0800 e disseram que iriam mandar alguém para verificar a situação e tentar liberar os cães”, contou.

“Eu tenho cães. Por mais que sejam, aparentemente de rua, não podem ficar trancados assim”, disse o morador.

Com o calor do verão, a suspeita é que o “geladinho” dos aparelhos de ar-condicionado dentro da agência atraiu os animais para dentro.

Após passarem algumas horas presos, os cães correram para a rua, onde moram.

O Itaú Unibanco informou que, devido a uma falha, a porta que dá acesso ao hall de caixas eletrônicos não podia ser aberta. Por este motivo, o banco chamou uma equipe que fez o reparo e liberou os cachorros.