Integrante do alto escalão de um cartel mexicano, María Guadalupe López Esquivel, de 21 anos, popularmente conhecida como “ La Catrina ”, foi morta durante troca de tiros com Guarda Naciona l e policiais, em Tierra Caliente, no estado de Michoacán . Ela era conhecida por publicar nas redes sociais fotos ostentando arma s, algumas delas de ouro, e exercia funções importantes dentro do esquema do tráfico.

La Catrina , nome referente a uma personagem da cultura popular mexicana, comandava uma equipe de pistoleiros que mataram doze policiais estaduais em uma emboscada realizada em outubro. Além de assassinatos e sequestros, ela também era a responsável por fazer pagamentos aos homens que trabalhavam como olheiros, também conhecidos como fogueteiros no Brasil.

Integrante do alto escalão de um cartel mexicano, María Guadalupe López Esquivel, de 21 anos, popularmente conhecida como “ La Catrina ”, foi morta durante troca de tiros com Guarda Naciona l e policiais, em Tierra Caliente, no estado de Michoacán . Ela era conhecida por publicar nas redes sociais fotos ostentando arma s, algumas delas de ouro, e exercia funções importantes dentro do esquema do tráfico.

Reprodução
Reprodução

Crédito : DOL