O corpo do advogado Ronaldo César Capelari, de 53 anos, foi encontrado pela polícia em um banheiro de uma casa vazia, em Araçatuba (SP). Ele foi esquartejado e colocado em três sacolas. A polícia chegou ao local na noite de terça-feira (14), um dia após o desaparecimento da vítima.

No loca, a polícia apreendeu uma faca, que pode ter sido usada no crime, além de documentos e fotos que serão periciados.

Nenhum suspeito havia sido detido ou identificado, tampouco a Polícia Civil sabe o motivo do assassinato.

A polícia, que chegou ao local a partir de uma denúncia, tem ouvido pessoas para tentar esclarecer o caso. A casa em que a vítima foi encontrada teria sido alugada para uma jovem de 20 anos.

“Uma denúncia anônima informou que, no decorrer da madrugada, ele viu a caminhonete no local, e inclusive ela havia colidido com o muro da residência. A casa estava vazia, mas não era abandonada. No quintal, encontramos uma jaqueta com sangue. A porta estava arrombada, [tinha] um forte cheiro e encontramos no banheiro o corpo”, disse o tenente Rodrigo de Souto, da Polícia Militar