O tempo da folia, com fantasias e marchinhas soando nas ruas, começou oficialmente no bairro da Cidade Velha nesta semana. O primeiro domingo (12) do pré-carnaval dos blocos de rua de Belém reúne neste momento cerca de 15 mil brincantes, em 20 blocos, e 300 agentes públicos, de órgãos do Governo do Pará e da Prefeitura de Belém, que foram destacados para fazer o isolamento das vias e garantir a segurança dos foliões.

A novidade deste ano é o trajeto, que passou a ser apenas na avenida Tamandaré, no trecho entre a travessa Breves e a rua Ângelo Custódio. O primeiro bloco da tarde, Fofó do Lino, entrou na avenida às 16h30.

Foto: Cláudio Pinheiro / O Liberal
Foto: Cláudio Pinheiro / O Liberal

Em seu carnaval de número 27 como figura icônica da festa em Belém, o cantor e performer Elói Iglesias destaca a tradição das chamadas épocas de ouro do carnaval brasileiro. ” O carnaval que eu acredito e faço tem como referência a época do teatro de revista, por isso nossa brincadeira reforça a questão cênica da manifestação, as fantasias. O carnaval que eu faço é focado na tradição”, define.

O presidente da Liga dos Blocos da Cidade Velha (LBCV), Naza Júnior, relata que a preparação para o evento iniciou em outubro, quando começaram as reuniões com órgãos públicos e associação de moradores. No quinto ano de organização oficial da Liga, o objetivo, segundo ele, era construir pensamentos comuns para que a festa pudesse ocorrer com o mínimo impacto possível sobre o patrimônio histórico e a rotina dos moradores do bairro. Dessa maneira, foi determinado que o trajeto deveria mudar. “Todos os cuidados foram tomados para que as construções históricas não sejam prejudicadas. Além de desfilarmos apenas na Tamandaré, o min trio elétrico foi adaptado com caixas de som apenas nas partes traseira e dianteira do carro, e não nos lados, para que o volume do som não viesse a danificar alguma construção. Somos uma manifestação popular, democrática e aberta, por isso contamos com a parceria dos órgãos públicos e fazemos tudo buscando harmonia”, enfatiza.

A Fundação Cultural do Município de Belém (Fumbel) também demarca a importância da parceria com a Liga dos Blocos e da manifestação popular. “O pré-carnaval da Cidade Velha é uma manifestação cultural histórica da cidade de Belém e reconhecido como patrimônio imaterial do município. A Prefeitura de Belém vai trabalhar em todos os finais de semana, para melhorar e garantir serviços de segurança, mobilidade e higiene para a população, mantendo sempre o diálogo com a comunidade”, afirma o presidente da Fundação, Fábio Atanásio.