Após realizar exames médicos no Remo, o goleiro Paulo Henrique, de 27 anos, vai retornar ao Castanhal. O jogador estava nos planos azulinos, mas não foi possível a permanência no clube da capital.

De acordo com o presidente Fábio Bentes, Paulo Henrique foi chamado, mas não se encaixou no perfil do clube e desmentiu veto do departamento médico.

“No momento [Paulo Henrique] não se enquadra no perfil que buscamos, por isso não ficou. Não falamos em nenhum momento sobre reprovação médica”, disse.

A reportagem de OLiberal entrou em contato com o médico do Remo, Jean Klay, que afirmou que o jogador pode atuar normalmente.

“Da parte clínica o atleta está apto a exercer a atividade, sem problema nenhum. Faltaram apenas os exames laboratoriais que ficam prontos entre três e cinco dias. O fato dele não ficar não passa pelo departamento médico e sim de escolhas feitas pela comissão técnica”, comentou.

Paulo Henrique chamou atenção da diretoria remista após partida amistosa entre Castanhal 1 x 1 Remo, realizada no dia 29 de dezembro de 2019. O goleiro fez boas defesas e evitou com que a equipe remista virasse o jogo. A diretoria azulina ainda busca por um goleiro e que faça parte do elenco que disputa o Parazão. 

RETORNO

O presidente do Japiim, Helinho Paes Júnior confirmou a volta do jogador, que vai se reapresentar no clube nesta quinta-feira (9), já visando a estreia do Parazão contra o Independente de Tucuruí. Paulo Henrique é natural de Castanhal e teve passagens Cametá, Independente e Paragominas.