DIVULGAÇÃO

Obesidade infantil é assunto sério e deve estar no topo da lista de prioridades de quem é pai, mãe ou responsável por uma criança. Afinal, os pequenos que têm a saúde comprometida correm risco de desenvolver doenças cardíacas, podem sofrer de males nos ossos e nas articulações, além de ter mais probabilidade de desenvolver diabetes e câncer na vida adulta.

Segundo Fabiana Azevedo, da Coordenação Geral de Promoção de Atividade Física e Ações Intersetoriais (CGPROFI) do Ministério da Saúde, além da alimentação saudável e equilibrada, a campanha visa outras duas grandes linhas de prevenção: “A prática de atividade física e a redução de tempo de tela. Estudos apontam que só 24% das crianças e jovens ficam menos de duas horas por dia em frente à TV ou computador. A recomendação é que crianças de até 2 anos não tenham nenhum tempo de tela e que maiores de 3 anos não ultrapassem uma hora”.

A obesidade é um problema que atualmente atinge milhares de crianças no Brasil, mas pode ser resolvido com apenas 3 passos. Que tal conhecer o caminho? Então, vamos lá: 1, 2, 3 e já:
 

Quer saber mais? Acesse saude.gov.br/saudebrasil e baixe de graça o Guia Alimentar com muitas dicas, cardápios e informações para manter a mesa da sua casa sempre saudável. Vamos prevenir a obesidade infantil. 1, 2, 3 e já!