A cantora Joelma inicia uma mini turnê pelo interior paraense. Os shows terão os sucessos da banda Calypso, músicas românticas, carimbó e as novas do recente EP “Minhas Origens”. O primeiro show será em Santa Maria do Pará, no Nordeste do estado, neste sábado, 28. Em seguida, ela se apresenta em Tailândia, no Sudeste, no domingo, 29. E segue para Barcarena, na Mesorregião Metropolitana, na segunda-feira, 30. O encerramento será na festa da virada de ano em Altamira, na Região do Xingu, na terça-feira, 31.

“Vamos tomar muito tacacá, dançar, curtir e ficar de boa”, antecipa Joelma, entre risos. “Amo fazer show no meu estado, o que me move é isso minha cultura. Então finalizar o ano fazendo o que mais amo no meu estado, é um presente de Deus”.

A cantora é natural de Almeirim, no Baixo Amazonas, e iniciou a carreira musical aos 19 anos, na banda “Fazendo Arte”, até fundar a Calypso ao lado do então marido, o guitarrista Ximbinha, com o qual conquistou fama nacional. A banda acabou com a separação do casal, em 2015, e Joelma iniciou a carreira solo e seguiu fazendo shows pelo Brasil e exterior, como Argentina, Peru, Angola, Estados Unidos, Suíça, Espanha, Japão e outros. A cantora lançou o primeiro álbum solo, “Avante”, em 2016, seguido de outros trabalhos, como as músicas “Se Vira Aí”, com a participação do cantor Zé Felipe, “Perdeu a Razão”, com a participação de Marília Mendonça, “18 Quilates” e “Ai Baby”. Atualmente, ela planeja um DVD comemorativo aos 25 anos de carreira , que tem previsão de lançamento para 2020.

O recente EP “Minhas Origens”, segundo projeto solo da artista, reúne quatro faixas, entre músicas românticas, dançantes e uma gospel. “Nesse EP eu quis resgatar as minhas raízes e origens, minha adolescência. Estou muito apaixonada nesse trabalho. Estou muito feliz. Gravei dois clipes em Belém, que por sinal ficaram lindos, das músicas ‘Eclipse de Amor’ e ‘Cupim de Coração’. Está 100% voltado para minha raiz e cultura e o que me move é isso, minha cultura e a minha dança. Com este trabalho queremos levar muita alegria, dança e amor para a galera”, declara.

“Acompanhei todos os detalhes deste novo trabalho para que ficasse a minha cara. A seleção das músicas foi feita com muito carinho junto com minha equipe para que chegássemos a um repertório que reflete as minhas origens. O resultado ficou muito bacana e espero que todos os meus fãs curtam bastante”, conta. O projeto teve a direção de Dede Borges e está disponível nas plataformas digitais.