reprodução

O pai de uma menina de 10 anos desautorizou que a filha interrompesse a gravidez de cinco meses. Ela está internada no Hospital Sul, em Cruzeiro do Sul, no interior do Acre.

De acordo com a unidade de saúde, a menina está no hospital há três dias. O pai, após conversas com a equipe médica, voltou atrás na decisão e desautorizou o aborto.

O caso é acompanhado pelo Conselho Tutelar do estado, Tribunal de Justiça e Ministério Público acreano.

A situação foi denunciada pela vereadora Janaina Furtado (Rede), nas redes sociais. Ela conta que conselheiros tutelares afirmaram que a “justiça vai aguardar o nascimento do bebê para realizar o exame de DNA e identificar quem é o pai do bebê , entre os suspeitos apontados por ela”.