O SINTEPP decretou Greve Geral na rede pública de ensino e convoca todos os professores e professoras do Pará a cruzarem os braços contra as propostas do governador Helder Barbalho que penalizam os servidores públicos do estado.

Assista o vídeo e leia abaixo a convocação do Sindicato dos Educadores do Estado do Pará:

AGORA É GREVE CONTRA OS ATAQUES DE HELDER

Encerramos há pouco nosso Conselho Estadual de Representantes, com a vitoriosa participação de mais de 100 municípios.

Decidimos pela GREVE NA REDE ESTADUAL de ensino, a partir do dia 17/12, dia em que deve ser votado em primeira instância o PACOTAÇO DE MALDADES do Helder, especialmente o desmonte de nossa previdência.

Nossa posição é pela retirada dos projetos da ALEPA. A própria PEC paralela da Reforma da Previdência para Estados e Municípios ainda tramita no Congresso Nacional. O governo tem um prazo até 31 de julho de 2020 para implementar mudanças, mas nada obriga Helder à mudanças tão drásticas e agressivas contra o serviço público paraense.

Além disso, Helder ataca os sindicatos reduzindo as poucas liberações sindicais, de quatro praticadas hoje, para apenas uma.

Aprovamos lutar até que se retire da ALEPA o projeto, e cobraremos dos/as deputados/as estaduais que votem contra a proposta.

Vamos divulgar essa votação para que todo povo paraense conheça quem quer acabar com o serviço público e quem luta por sua valorização e qualidade!

Mais uma vez chegamos a um final de ano com “presentes de grego” para nossa categoria e lutaremos até o fim para impedir esse massacre de Helder contra quem ele prometeu valorizar!

A partir de terça enfrentaremos uma das maiores batalhas pela garantia de nossos direitos e NADA pode ser mais importante neste momento.

TODOS/AS DIA 17/12 À ALEPA!

Beto Andrade
Coordenador Geral do SINTEPP

#NenhumDireitoaMenos
#HelderTireAsMãosDeNossosDireitos
#NãoàReformaDaPrevidência
#NãoNosCalarão
#GreveContraAReformaDeHelder

Crédito: Amazon Live