Um acidente grave, porém, sem vítima fatal ocorreu entre dois veículos neste sábado (14), por volta das 12h20, no cruzamento da avenida Almirante Barroso com a travessa Vileta, no sentido Entroncamento/São Brás, no bairro do Marco, em Belém. Um ônibus, que vinha pelo Sistema Transporte Rápido (BRT), e um veículo de passeio, que vinha pela Almirante, se chocaram e, na sequência, derrubaram uma árvore e um poste de semáforo, que estavam no canteiro central da via.

O motorista do carro de passeio, Sérgio Moreira Alves, foi logo socorrido pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu 192) para um hospital particular.  Três passageiros foram levados pelo SAMU para o PSM, somente por prevenção, por conta do susto e leves batidas que sofreram no banco do ônibus.

Ainda após o fato, nesse trecho, o trânsito ficou lento e o BRT fechado em ambos os sentidos.

Segundo informações do sargento Marques Silva, do Corpo de Bombeiros, que esteve no local com seis equipes, o acidente foi considerado grave, pois o condutor do carro de passeio (Fiat Stilo, cor vermelha, placa JVB 4946) saiu de dentro do veículo bastante machucado. “Tivemos que cortar partes do carro para retiramos uma vítima somente. Ela estava bem machucada e saiu de dentro do carro parcialmente inconsciente. Foi levado pelo Samu para um hospital”.

Ainda segundo o sargento, o acidente ocorreu quando Sérgio Moreira Alves fez a conversão para a Vileta, passando pelo BRT. “Vinha o ônibus (linha 40 Horas, placa NSW 8122), no BRT, na linha expressa, o carro normal vinha pela Vileta e fez conversão para a Vileta, então não teve como o ônibus brecar, apanhou ele, derrubou a árvore e o carro vermelho capotou. Ainda bem que não vinham outras pessoas por perto, pois podia ser até pior”, disse.

Segundo policiais do 21º Batalhão de Polícia Militar, o motorista do ônibus foi levado para uma delegacia para registrar Boletim de Ocorrência, que o ônibus contava com poucos passageiros e que ninguém mais ficou ferido. O Corpo de Bombeiros reiterou a informação.

Logo depois do acidente, o Corpo de Bombeiros teve que lavar para retirar óleo da pista para evitar outro acidente. Agentes da Polícia Militar, que foram os primeiros a chegar no local, também permaneceram lá para dar apoio aos Bombeiros. Além de agentes da Superintendência Executiva de Mobilidade Urbana de Belém (Semob), que ficaram no local do acidente para organizar o trânsito e fazer liberação das vias do BRT. Até por volta das 13h30, o lugar ainda não estava livre para circulação de veículos.

Crédito: Jornal Amazônia