Rodoviários protestam, na manha desta segunda-feira (25), em frente à  empresa Belém-Rio, na avenida Augusto Montenegro. Eles querem que a empresa cumpra o acordo coletivo dos rodoviários e que tem validade de um ano – maio 2019 a maio 2020. O acordo estabelece que ônibus com até 31 lugares não terá  cobrador, mas, acima dessa quantidade, tem que ter cobrador.

“A empresa Belém-Rio descumpriu o acordo. Estamos entrando com uma ação de cumprimento no TRT para obrigar a empresa cumprir”, disse o vice-presidente do sindicato, Everton Paixão.

“A Belém-Rio aumentou a quantidade de ônibus troncal sem cobrador e haverá demissão em massa. Estamos preocupados, pois essa é a intenção dos empresários”.

Ainda segundo ele, hoje tem 50 ônibus sem cobradores. “Um déficit de 100 cobradores. E está previsto chegar mais ônibus. Tudo sem cobrador”, afirmou.